sábado, 18 de março de 2017

UMA PROVÁVEL VISÃO DO FUTURO - Previsões lógicas intuitivas

Estamos encerrando uma era e adentrando em uma nova.  Hoje temos cálculos de que bastam apenas três anos para que o conhecimento humano dobre seu volume.  Daqui a pouco mais de um século, iremos ver os atuais dias de hoje como agora olhamos para nossa remota idade média.  A morte, o maior medo do ser humano, será então dominada daqui a cerca de 150 anos. O homem terá a tecnologia para permanecer vivo e jovem indefinidamente, através da engenharia genética, da clonagem e da nanotecnologia. E ainda será possível ir além, ou melhor, vir do além!  Pasmem, pois após mais cerca de 80 anos, o homem conseguira trazer de volta à vida pessoas recém mortas! Porém, nesta época, ainda será um mistério compreender se o ressurreto seria apenas uma cópia da personalidade morta ou então seria mesmo a própria personalidade original que retornou à vida. Esta tecnologia baseia-se em que nossa mente é apenas uma frequência específica que habita um receptor: nosso cérebro. Uma vez criada uma cópia geneticamente exata de nosso cérebro e ajustada para receber a mesma frequência de nossa mente original, poderíamos “recepcionar de volta esta freqüência” e teríamos o reviver idêntico ao nosso, inclusive com as mesmas memórias.

A maior solução para a grande maioria dos problemas da sociedade será a definitiva extinção do papel moeda circulante. Tudo será transformado em crédito eletrônico, não existira mais dinheiro palpável que passe de mão em mão e possa ser oculto, subtraído ou ilícito.  O crime de roubo e outros afins serão impossíveis. Sequestros, tráfico de drogas, sonegação e outros muitos crimes, nada mais poderá escapar das vistas das autoridades e de sua fiscalização, não havendo mais como justificar o dinheiro ilícito. Quem tentar burlar a lei terá seus créditos eletrônicos bloqueados e assim não terá meios para sobre-existir neste admirável mundo novo, obrigando este a se apresentar à justiça para ter sua sobrevivência assegurada.

O regime político cada vez mais se aproximará do anárquico, ou seja, sem poder central, sem governantes absolutos. Cada indivíduo manter-se-á independente, porém unido à coletividade e pagando por aquilo que desejar. Cada um cuidará de si mesmo, mas respeitará o coletivo em uma união de natureza sinérgica, equilibrada e perfeita.

Haverá o sistema chamado de Monitorização Plena e Total. Sistemas de satélites especiais produzirão imagens de todos os cantos da Terra, não havendo barreiras físicas que poderão ocultar nada de sua visão e gravação. Também haverá sistemas de gravação áudio-visual individuais, implantados na maioria dos seres humanos. Estas pessoas, portadoras destes recursos, terão suas memórias gravadas e a comprovação de álibis e justificativas que servirão às suas conveniências.

Também, através do avanço da engenharia genética e da nanotecnologia aplicada, animais domésticos como os cachorros passaram a falar e a expressar suas emoções de forma ainda que rudimentar. Este avanço será mantido sobre controle e terão aplicadas limitações para não haver um descontrole exacerbado e descontrolado em relação à evolução artificial destas espécies.

Através da união e cooperação entre os seres humanos, estes passarão a controlar o mercado pelo poder pleno e total do consumidor, remodelando o atual sistema de mercado e provocando a inversão de suas atuais leis, passando a criar um círculo virtuoso econômico onde o aquecimento de mercado gerará a deflação dos preços.  Enfim, este sistema econômico de mercado colocará a fartura à disposição de toda a sociedade com uma ampla distribuição de riquezas para todos, corrigindo a falha do atual sistema capitalista que hoje assola a população e que tem seus dias contados. Esta reforma no modelo econômico vem sendo profetizada há séculos e tem seu início em nosso atual tempo, sendo culminada em aproximadamente um século à frente ainda.

Enfim, os seres humanos estarão cada vez mais associativos e interligados, unindo forças e comemorando suas conquistas, menos voltados ao individual e mais abertos ao coletivo, trabalhando em prol da sociedade perfeita e, assim, em total conformidade com o que se profetiza pela entrada na nova Era de Aquário que sucede a atual Era de Peixes. Restará apenas a nostalgia da época do individual, onde o romantismo era cultuado pelo medo e pela espera do imprevisto, ou seja, onde poeticamente vivíamos sobre fortes emoções pelo incerto e pelo duvidoso.

Por fim, obviamente teremos ainda muitas outras novidades, mas para estes casos, poderia eu apenas fazer meras suposições!

Gilson Del Lama - Societatis Unionem Phoenix


NOVO MODELO DE MERCADO

DEFINIÇÃO DOS OBJETIVOS

Objetivamos a redução dos fornecedores de bens e serviços da população para cerca de um terço das opções hoje existentes. Resultantes de um processo real de seleção, representando democraticamente a vontade dos próprios consumidores, os fornecedores remanescentes que forem selecionados, adquirirão maior força econômica e segurança, porém serão controlados pela Organização de Consumidores que os colocaram neste patamar. Desta forma não poderá haver abuso de poder econômico por parte destes fornecedores, mas sim submissão aos anseios dos consumidores que aprenderam a se organizar, adquirindo poder real de comando de mercado. Estaremos, assim, colocando de fato os consumidores no comando do sistema de mercado, pois estes terão o livre poder de decidir quem permanece ou não dentro do sistema econômico vigente. Algo jamais feito na história da sociedade humana.

EFEITO ESPERADO

Teremos empresas mais fortes e preparadas para atender às reais necessidades da população consumidora e também melhor compensar seus colaboradores e funcionários, remunerando-os de forma maior e mais qualitativa. Não haverá desemprego por este processo, mas sim a valorização da mão de obra especializada e eficiente, sendo que o aumento da demanda e do grau de exigência dos consumidores implicarão no aumento da cobrança da qualificação profissional para seu atendimento. Assim as empresas remanescentes absorverão o contingente de empregados que advirão das empresas que deixaram de existir e que perderam suas continuidades. Teremos empresas mais fortes, que prestarão melhores serviços à população e que terão seus lucros aumentados e garantidos pela assessoria sempre presente e atuante dada pela Organização de Consumidores. Haverá, por parte destas empresas, economia em vários setores, entre os quais, como exemplo, não haverá mais necessidade de despender gastos exorbitantes com publicidade e mídia. Parte do aumento destes lucros migrará para a própria população, em um programa inteligente de distribuição de renda que valorizará proporcionalmente o empenho de cada participante na liderança da Organização de Consumidores.

RESULTADO FINAL

Resumidamente, poderemos esperar um círculo virtuoso econômico, invertendo-se o padrão dado pela atual lei de mercado, onde teremos aquecimento econômico com deflação (redução de preços), uma vez que as empresas terão maior demanda de mercado, segurança e redução de despesas que já não mais se farão necessárias. A população terá acesso a produtos e serviços de maior qualidade e a preços reduzidos. A população também terá acesso a melhores oportunidades de trabalho e novas riquezas, visto que se fará disponível nova fonte de renda através da participação na distribuição dos lucros das empresas, que será proporcional ao mérito e empenho de cada um, mas sendo que a todos beneficiará, seja em maior ou menor grau: “Devemos nos submeter ao Sistema para que o Sistema se submeta a nós!”
Algum sacrifício talvez seja necessário para esta metamorfose econômica, mas os sacrificados serão os que não compactuarem com as mudanças necessárias e requeridas, sendo que não haverá mais lugar para perdedores e individualistas, apenas para os vitoriosos coletivistas, realizadores deste novo sistema econômico: “Quem não respeitar o fogo poderá ser por ele queimado!”

APÊNDICE SOBRE A NOVA ERA

A Nova Era há de vir pelo equilíbrio econômico mundial, através dos princípios da união e cooperação entre empresas e consumidores, reformulando o conceito macroeconômico mundial. Conseguiremos, assim, curar a chaga mortal presente na sociedade capitalista contemporânea e gerar prosperidade para todos. Há de ser feito com que sejam seguidos futuros princípios democráticos de união e cooperação entre todos, contrapondo-se aos atuais princípios baseados na agressão e competição que são contrários a um universo em harmonia que visa ao coletivismo, fazendo, então, com que todos sejam contados como apenas um. Quiçá este seja, enfim, o alvorecer da Nova Era de Aquário, a qual a humanidade anseia e proclama há décadas. 

Gilson Del Lama - Societatis Unionem Phoenix

sábado, 1 de outubro de 2016

O DISCERNIR

Tudo o que vos falardes poderá estar errado, porém o que a principio parece o certo, pode ser o errado e o errado pode ser o certo.  A confirmação entre o certo e o errado, caberá a cada um de nós!

domingo, 4 de setembro de 2016

SÍNTESE

Alterar a ordem econômica que arregimenta a estrutura da sociedade humana por meio da remodelação do mercado feita através da organização dos consumidores.
- Gilson Del Lama

domingo, 7 de agosto de 2016

APÊNDICE SOBRE A NOVA ERA

A Nova Era há de vir através do equilíbrio econômico mundial, através dos princípios da união e cooperação entre empresas e consumidores. Conseguiremos, assim, curar a chaga mortal presente na sociedade capitalista contemporânea e gerar prosperidade para todos. Há de ser feito com que sejam seguidos futuros princípios básicos de união e cooperação entre todos, contrapondo-se aos atuais princípios baseados na agressão e competição, contrários a um universo em harmonia que visa ao coletivismo, todos contados como sendo apenas um. Quiçá esta seja, enfim, a aguardada chegada da Nova Era de Aquário que a humanidade anseia e proclama há décadas.

sábado, 18 de julho de 2015

O Hexagrama

O Hexagrama, ou estrela de 6 pontas, formado pelo entrelaçamento de dois triângulos equiláteros opostos, representa o equilíbrio entre o bem e o mal. O numeral 6 está ligado à perfeição e a harmonia. O mal se faz necessário para a evolução do bem, ligado à escolha representada pelo livre arbítrio e a evolução. A dor se faz presente na lapidação da transmutação dos valores da vida e do desenvolvimento. Cabe aqui uma indagação, em sua opinião, qual dos dois triângulos representaria o bem e qual o mal? Lembre-se de que talvez aquilo que pareça ser não o seja!

A Grande Revelação

O segredo maior, a maior descoberta, busquem, compreendam: O que parece certo talvez seja o errado e o que parece ser o errado, pode ser o certo! Aqui está o segredo da fé e paciência dos escolhidos!